Vale a pena comprar uma mala de luxo como investimento?

Ao navegar pelo mundo da moda de luxo, pode questionar-se frequentemente: “Vale a pena comprar uma mala de luxo?” ou “Uma mala de couro será um bom investimento?”. Estamos aqui para ajudar! Mas atenção, a resposta não é tão simples quanto pode parecer; depende sempre do objetivo de cada pessoa: investimento, visual ou ambos. Vamos explorar melhor esta questão.

 

Luxo ou Moda?

 

Se está a considerar comprar uma mala de luxo de designer pela primeira vez, pode não saber por onde começar ou se é uma boa ideia. Em primeiro lugar, é importante entender o que diferencia as malas de luxo das outras. Será apenas a marca? A resposta é não! Uma mala de luxo é mais do que um simples acessório. Vem com uma história, qualidade e artesanato. Estas malas são cuidadosamente desenhadas, feitas com materiais de alta qualidade e frequentemente associadas a marcas prestigiadas.

Mas atenção! Algumas marcas de moda de luxo, incluindo as mais conhecidas, têm negligenciado a qualidade dos seus materiais e arte artesanal. Portanto, pesquise sempre antes de fazer uma compra dispendiosa. Em segundo lugar, deve ter uma ideia clara do que deseja. A mala de luxo perfeita para si dependerá do uso pretendido, do seu orçamento e do seu estilo pessoal.

O que é um investimento confiável?

Provavelmente já ouviu dizer que comprar uma mala de luxo em couro é um ótimo investimento, mas será realmente verdade? Hoje em dia, é muito comum que malas de marca sejam uma categoria proeminente nas casas de leilões. A crescente popularidade ao longo dos anos levou o Knight Frank Wealth Report a incluir as malas como um investimento popular no seu índice anual de Investimentos de Luxo, ao lado de relógios, whisky e carros.

De acordo com o Wealth Report 2024 da Knight Frank, que acompanha o desempenho de 10 investimentos de paixão populares, o índice de Investimentos de Luxo caiu 1% no ano, e as malas diminuíram 4%. Apesar disso, a mudança de preço das malas nos últimos dez anos aumentou 67%. Na plataforma de revenda The RealReal, os preços médios das malas de designers em 2022 foram até 26% superiores aos de 2019.

Parte do aumento pode ser explicado pela pandemia e pela inflação que a acompanhou. No entanto, há questões sobre se alguns dos preços são investimentos justificáveis, levando alguns fãs de luxo a reconsiderar antes de comprar.

Chanel e Hermès

Marcas famosas como Chanel e Hermès têm recebido atenção pelos seus valores elevados de revenda. Mas serão estas as melhores marcas para um investimento? Provavelmente já ouviu falar de Tanner Leatherstein, popular na aplicação TikTok, que desconstroi malas de luxo para analisar a sua verdadeira qualidade. As suas descobertas mostram que algumas malas de luxo não são tão de alta qualidade, afetando a credibilidade da marca.

A Chanel é uma das marcas que tem aumentado agressivamente os seus preços. Uma mala Chanel 2.55 com aba grande agora custa 11.100€, 91% mais do que em 2019. Isso significa que uma mala icónica da Chanel pode ser um bom investimento, mas recentemente a qualidade da marca tem sido questionada, levantando preocupações sobre os materiais e a sua produção artesanal.

Quanto às malas Hermès, são conhecidas por serem intemporais, com um artesanato impecável e de alta qualidade. Um artigo na Fortune mencionou que o valor de uma mala Birkin pode duplicar aproximadamente a cada cinco anos, mas geralmente leva uma década para duplicar de preço. O aumento de preço depende da mala e da sua raridade. Um grande exemplo de aumento de preço é a mala Picnic Kelly 30. De acordo com o Luxury Handbag Report 2020, o preço médio desta mala entre 2010 e 2014 foi de 18.806,88€, e entre 2015 e 2019, o preço médio foi de 33.464,49€. A mala Birkin pode ser considerada um exemplo de um potencial bom investimento. Devido à sua alta procura e dificuldade de compra, uma vez que alguém consiga uma, pode vendê-la imediatamente em perfeitas condições e até realizar um bom lucro com isso.

Nos últimos anos, marcas de luxo para além da Hermès não eram tipicamente vistas como um investimento cujo valor poderia aumentar ao longo do tempo. De acordo com um artigo na BOF, ainda é geralmente o caso. No entanto, à medida que os preços do mercado primário crescem e as principais marcas de luxo limitam a sua distribuição, os preços de revenda estão a aumentar, e as marcas altamente procuradas estão a reter uma parte significativa do seu valor de venda em leilões e revendas online. Embora nem todas as malas possam gerar lucro, de acordo com Randel da Bonhams num artigo da BOF, pode vender uma mala que já tem há vários anos por 80% do seu valor original no mercado secundário.

Existem outras marcas de luxo discretas que também devem ser consideradas, como Peter Nitz, uma marca de couro de luxo ultra-silenciosa. Outras podem seguir esse caminho, como Phoebe Philo, Berluti, Ferragamo, Biagini, Létrange, Mandelli, Loro Piana, Frank Clegg, Borbonese, ou até mesmo marcas menos conhecidas que têm potencial para crescer, como a Ownever. As malas de marcas menos famosas tendem a ser menos caras; pode encontrar malas por menos de 1000€, significando um investimento menor e possivelmente a mesma qualidade. Isso também implica um risco, pois pode ser muito difícil prever se uma marca irá ganhar mais sucesso e aumentar de valor.

Guardar uma mala de luxo de couro para revenda

Se deseja comprar uma mala de luxo e vendê-la no futuro como um investimento e obter lucro, precisa ter em mente que não pode usá-la. Deve guardar o recibo para provar a sua autenticidade, e a mala deve estar em perfeito estado, sem sinais de uso. Portanto, precisa armazená-la adequadamente e mantê-la o mais impecável possível.

Investimento em craftsmanship vs. investimento em moda

Se está a considerar investir no mercado de luxo, é crucial distinguir marcas que se concentram mais no artesanato e aquelas mais conhecidas por serem mais fashion e trendy

As marcas focadas no artesanato, como Hermès ou Peter Nitz, priorizam materiais de alta qualidade, designs intemporais e artesãos prestigiados. As partes feitas à mão são muito valiosas, incomparáveis ao trabalho de máquinas de costura. Estas marcas são mais propensas a ter valor a longo prazo e longevidade. Marcas como Gucci ou Prada podem ser consideradas mais orientadas para a moda devido às suas atualizações frequentes de coleções e designs trendy. Essas marcas também apresentam um grande potencial de investimento devido à sua notoriedade e sucesso. No entanto, é melhor escolher uma mala dessas marcas que possa prevalecer ao longo do tempo e transcender as tendências, pois peças intemporais tendem a ser mais fáceis de vender e ter maior valor de revenda.

Melhores estilos de malas vintage para investimento

Quando se trata de malas de designer vintage, certos modelos provaram ser investimentos excepcionais ao longo do tempo. Por exemplo, as malas vintage monograma da Louis Vuitton, como a Speedy e a Noé, são escolhas populares que frequentemente veem um aumento do valor no mercado de revenda. Além disso, procure algumas edições limitadas que às vezes são raras, e o seu valor de mercado de revenda aumenta ao longo do tempo. As malas Gucci Jackie O e Bamboo são modelos icónicos que mantiveram o seu apelo e valor ao longo dos anos. Outra menção notável é a Fendi Baguette, que se tornou uma peça intemporal, especialmente com o seu ressurgimento nas tendências de moda recentes. Além disso, os modelos Lady Dior e Saddle da Dior também mostraram uma apreciação significativa em valor, tornando-se itens muito procurados no mercado vintage. Investir nesses modelos vintage intemporais pode proporcionar tanto uma satisfação estética quanto retornos financeiros, se optar pelos modelos clássicos e também pelas suas edições limitadas.

Outros 5 modelos de marcas de luxo que têm sido bons investimentos recentemente incluem:

  • Celine Luggage Tote: Conhecida pelo seu design estruturado e apelo minimalista, esta mala manteve um forte valor de revenda.
  • Balenciaga City Bag: Popular pelo seu design arrojado e versatilidade, esta mala tornou-se um ícone no mercado de revenda.
  • Prada Galleria: Um modelo clássico com um design intemporal, a Galleria tem visto uma procura consistente e bom valor de revenda.
  • Saint Laurent Sac de Jour: Com o seu design elegante e sofisticado, esta mala manteve a sua popularidade e valor ao longo do tempo.
  • Givenchy Antigona: Reconhecida pela sua forma estruturada e design moderno, a Antigona continua a ser uma escolha popular no mercado de revenda.

Decidir investir numa mala de designer de luxo exige uma consideração cuidadosa dos seus objetivos, seja para desfrutar pessoalmente, para moda ou para investimento financeiro. Malas de couro de luxo de marcas como Hermès e Chanel podem oferecer um valor significativo a longo prazo, embora o mercado e a qualidade possam flutuar. Para os entusiastas da moda, marcas como Gucci e Prada oferecem opções trendy, embora possam não reter sempre o seu valor. Pesquisar marcas menos conhecidas, mas de alta qualidade, pode proporcionar luxo semelhante a um custo mais baixo. Em última análise, a sua decisão deve ser guiada por uma pesquisa minuciosa e uma compreensão clara do seu uso pretendido e estratégia de investimento.

Carrinho de compras

Todo o estoque disponível está no carrinho

Seu carrinho está vazio.

x